Arquivo mensal: julho 2012

UM BOM RESULTADO!

Chegamos em Yilan Contry, em Taipei -Taiwan, já era quinta feira a noite, as 21 horas. Foram dois longos e cansativos dias de viagem! Sexta feira pela manhã fomos nadar em uma bela piscina de 50m só para soltar um pouco e depois tivemos e simpósio técnico.

Durante a tarde fomos para cerimonia de abertura e a noite jantamos e depois fui para o quarto descansar para a prova no Sábado de manhã.
A largada da prova no masculino foi as 10h30, na transição arrumando minhas coisas já sentia o forte calor e sabia que seria uma prova muito difícil devido também a alta temperatura. A temperatura da água era de 28oC e a exeterna era de 33oC


Os 54 atletas alinharam para largada e o som da buzina deu inicio a prova. Larguei bem e já no começo consegui ficar no primeiro pelotão, quando levantamos para fazer a volta e saltar de novo na água vi que estava por último do primeiro grupo. Logo percebi que não poderia vacilar e nem dar chance ao erro.

Na corrida para transição ainda seguia em último do primeiro grupo mas logo quando montei na bike já me posicionei na frente, estavamos em 10 pessoas revezando com apenas um atleta escapado na frente. Porém mesmo revezando o grupo de trás nos alcançou no final da primeira volta e então formou aquele grande pelotão com uns 35 atletas. Sabendo de que a qualquer momento alguém poderia atacar, me mantive o tempo todo na frente, algumas vezes puxava um pouco e outras ficava na roda porém na parte frente.

Quando chegamos na T2 entrei na parte da frente do pelotão, mas logo nos primeiro metros da corrida já estava para trás, porém mantive a calma e me preocupei em fazer a estratégia na qual tinha conversado com meu técnico, Cristiano Solak, antes da prova. A estratégia era fazer uma corrida construtiva, começar bem e ir forçando cada vez mais ao longo das quatro voltas, teria que ter muito cuidado com o ritmo pois o calor era muito e seria muito fácil quebrar durante a corrida.

E foi o que aconteceu com muitos atletas nas útlimas duas voltas de corrida, com a sensação térmica berando os 40oC, vários começaram a diminuir o ritmo, andar e alguns até pararam. Já eu ao contrário de muitos, consegui aumentar ainda um pouco mais o ritmo, conseguindo conquistar importantes colocações a cada volta, chegando em 21o lugar no Campeonato Mundial Universitário, sendo o melhor Sul Americano.

Considero ter feito um boa prova e um bom resultado, afinal chegamos lá bem próximo a prova sem ter muito tempo para descansar, além do que a diferença de temperatura de Curitiba para Taipei foi gritante. Já competi em vários lugares quentes, mas nada comparado e esse Mundial, no qual corremos ao sol de 12h com uma sensação térmica muito alta!

Quero agradecer a companhia e parceria da viagem da nossa delegação Brasileira, Sandro Melo – Chefe de Delegação, Cristiano Solak – Técnico da Delegação, Suely Lima e eu, atletas do Brasil.

Um Abraço a todos e muito obrigado pela torcida!

%d blogueiros gostam disto: