Arquivo mensal: setembro 2014

Focar na corrida! Eduardo Lass intensifica fundamento para somar pontos no ranking do triathlon

Triathlon-ITU-700x465

Com meta pan-americana e olímpica, atleta de 22 anos volta a competir na Colômbia, em outubro. O triatleta Eduardo Lass (Tradener/Néo Saúde) está a cada dia mais aprimorando seus fundamentos para disputar as principais provas da modalidade no mundo. A estratégia do atleta de 22 anos é melhorar a corrida, parte decisiva do triathlon. O objetivo é correr mais rápido já no próximo compromisso, que será na Colômbia, em mais uma etapa da Copa do Mundo de Triathlon. “De uns tempos para cá, tive uma queda na performance da corrida. Por isso, estou conversando com meu técnico e avaliando o que precisamos mudar. Vou focar mais nos treinos e trabalhar bastante para o próximo desafio, que vale pontos para o ranking olímpico, meu principal objetivo até 2016″, explica o atleta beneficiado pela Lei de Incentivo ao Esporte.

O triathlon é a modalidade mais completa do calendário olímpico com natação, ciclismo e corrida na sequência.

A etapa da Copa do Mundo de Triathlon com a presença de Eduardo Lass (Tradener/Néo Saúde) será em Cartagena, na Colômbia, no dia 11 de outubro. O evento vale pontos para o ranking mundial. A meta é conquistar a vaga no Pan de 2015 e na Rio-2016.

Sprint Triathlon

Uma semana após competir com temperatura bastante elevada no Festival Olímpico no México, Eduardo Lass (Tradener/Néo Saúde) voltou às pistas, dessa vez em solo brasileiro. O atleta correu a Copa Pan-Americana de Sprint Triathlon, em Vila Velha (ES). Apesar do esforço, o atleta não conseguiu somar pontos para o ranking.

“Consegui sair entre os primeiros na água, mas no ciclismo percebi que o ritmo estava bem forte. Tentei encostar no primeiro pelotão, mas não foi possível. Mas na corrida, percebi que não estava em um bom dia e acabei entre os últimos. O tempo de 1h00min34 não foi o que esperava, porém, é preciso superar e tocar para frente”, ressalta Eduardo, que terminou a prova em Vila Velha na 23ª colocação.

O percurso rápido de Vila Velha, com 750 metros de natação, 20 quilômetros de ciclismo e 5.000 metros de corrida, foi um pouco diferente da distância olímpica, que o triatleta está acostumado a enfrentar.

Eduardo Lass começou no triathlon aos 11 anos de idade e já possui títulos importantes nas categorias de base, tais como campeão do Troféu Brasil e do Brasileiro Olímpico, além de duas medalhas de ouro e duas de prata em competições na França, em 2009, e um troféu de primeiro colocado do Challenge International Triathlon, disputado na Alemanha, também em 2009. O currículo de peso mesmo com pouca idade fez o triatleta ser considerado uma das promessas do Brasil da modalidade. Integrante da Seleção Brasileira Sub-23, o jovem tem como objetivo principal representar o Brasil já nos Jogos Olímpicos de 2016. O atleta é patrocinado por Tradener e Néo Saúde. 

Agora é Sprint: Triatleta Eduardo Lass testa sua velocidade no Espírito Santo

Lass-vilavelha-700x525

Atleta de 22 anos disputa Copa Pan-americana de Sprint Triatlhon, em Vila Velha. O triatleta Eduardo Lass terá seu segundo desafio de alto nível em menos de 10 dias. Depois de encarar uma seletiva pan-americana no México, a revelação do triathlon brasileiro disputa a Copa Pan-Americana de Sprint, neste domingo (14), em Vila Velha (ES). A competição terá um percurso de 750 metros de natação, 20 quilômetros de ciclismo e 5.000 metros de corrida, ideal para mostrar sua evolução nas três modalidades.

“Será uma ótima oportunidade para me avaliar perante a elite do triathlon brasileiro. E por se tratar de uma prova muito rápida, não se pode errar em nada. Será preciso dar o máximo do começo ao fim, estar 100% concentrado para fazer tudo dentro do planejado”, destaca o atleta beneficiado pela Lei de Incentivo ao Esporte.

Além da disputa de alto nível, Eduardo Lass terá que lidar com o cansaço. “É importante tentar se recuperar o melhor possível e cuidar bem da alimentação para não ganhar peso nessa semana, que será de pouco volume de treino”, finaliza o triatleta.

Durante a semana, Eduardo Lass fez sessões de fisioterapia e bastante gelo. A ordem foi recuperar os músculos para imprimir velocidade e potência em um trajeto um pouco mais curto.

Eduardo Lass começou no triathlon aos 11 anos de idade e já possui títulos importantes nas categorias de base, tais como campeão do Troféu Brasil e do Brasileiro Olímpico, além de duas medalhas de ouro e duas de prata em competições na França, em 2009, e um troféu de primeiro colocado do Challenge International Triathlon, disputado na Alemanha, também em 2009. O currículo de peso mesmo com pouca idade fez o triatleta ser considerado uma das promessas do Brasil da modalidade. Integrante da Seleção Brasileira Sub-23, o jovem tem como objetivo principal representar o Brasil já nos Jogos Olímpicos de 2016.

Triathlon: Eduardo Lass mantém meta de vaga pan-americana e olímpica

233417_434772_monterrey_mexico_02-1-700x393

Em prova no México, atleta brasileiro mostra que está competitivo, principalmente na natação. O brasileiro Eduardo Lass segue firme no seu principal objetivo: conseguir a classificação para defender o Brasil nos principais eventos de triathlon do mundo. Os objetivos mais claros do jovem de 22 anos são o Pan de Toronto-2015 e a Olimpíada do Rio-2016. Neste domingo (7), o triatleta correu o Festival Olímpico de Triathlon, em Monterrey, no México. No evento, que valia vaga para o Pan, Eduardo Lass terminou em 18º.

“Continuo com os meus planos de classificação para Pan e Olimpíada. É meu objetivo para as próximas temporadas. Por isso, eu quero estar na maioria das provas internacionais para somar pontos para o ranking”, conta Eduardo Lass.

O triathlon olímpico tem 1.500 m de natação, 40 quilômetros de ciclismo e 10 quilômetros de corrida.

Festival Olímpico

O forte calor mexicano, com sensação térmica de mais de 35 graus, atrapalhou os planos deEduardo Lass em Monterrey. O paranaense fez a prova em 1h53min04.

“Esperava ter ido melhor e sei que tinha condições de alcançar a vaga. Mas o calor era muito forte e eu senti muito na corrida. Na terceira das quatro voltas, estava correndo mais fraco e devagar. O físico e o psicológico não entraram em sintonia. Na última volta consegui recuperar o ritmo, ganhei três posições, mas não havia mais tempo de encostar no primeiro pelotão”, explica o atleta beneficiado pela Lei de Incentivo ao esporte.

O jovem de 22 anos fez uma boa prova de natação, saindo da água entre os sete primeiros colocados. No ciclismo, a formação de grupo grande tornou difícil a fuga e como o circuito era cheio de curvas, várias quedas ocorreram. Mesmo assim, o brasileiro efetuou a transição de forma rápida e saiu para a corrida no primeiro pelotão.

“Já havia corrido no México no primeiro semestre, o calor realmente foi um dos principais obstáculos. Dessa vez, felizmente consegui conclui a prova, porém estava diante de fortes concorrentes, alguns dos melhores atletas do momento. A experiência certamente foi um ponto a favor deles”, destacou o Eduardo Lass.

Apesar da prova dura no fim de semana, nada de descanso para Eduardo Lass. O jovem disputa na próxima semana, dia 14 de setembro, a Sprint Triathlon Pan American Cup, em Vila Velha (ES).

Eduardo Lass começou no triathlon aos 11 anos de idade e já possui títulos importantes nas categorias de base, tais como campeão do Troféu Brasil e do Brasileiro Olímpico, além de duas medalhas de ouro e duas de prata em competições na França, em 2009, e um troféu de primeiro colocado do Challenge International Triathlon, disputado na Alemanha, também em 2009. O currículo de peso mesmo com pouca idade fez o triatleta ser considerado uma das promessas do Brasil da modalidade. Integrante da Seleção Brasileira Sub-23, o jovem tem como objetivo principal representar o Brasil já nos Jogos Olímpicos de 2016.

%d blogueiros gostam disto: